sexta-feira, 30 de março de 2012

Semana Santa 2012 São João del-Rei - Cruz, coroa, sangue, suplícios e delicadezas da Paixão de Cristo



Simbolicamente cordiosos, são como barrocas chagas de Cristo na paisagem urbana do centro histórico de São João del-Rei. Assim são os cinco Passos da Paixão - grandes oratórios de pedra e madeira, semelhantes a pórticos de igrejas coloniais, dispostos na Rua da Prata, Largo do Rosário, Largo da Câmara, Largo da Cruz e rua que liga a igreja do Carmo à Matriz do Pilar. A eles, maior, se junta o Passo da Piedade, também no Largo do Rosário.

Pela quinta vez na Quaresma, hoje os passinhos estão sendo enfeitados, desta vez para a Procissão das Lágrimas. Seus retábulos dourados, pinturas setecentistas e antigas imagens recebem da Irmandade dos Passos, da vizinhança ou de famílias devotas, cuidados especiais. Toalhas brancas, com bordados "richelieux" forram a mesa roxa dos altares. Vasos de flores e castiçais com altas velas completam a decoração. No centro de todas a imagem de Cristo com a cruz às costas. No pequeno chão de pedra, tapetes persas e folhas perfumadas de rosmaninho.

À noite, na Procissão das Lágrimas, Nossa Senhora das Dores sete vezes interromperá seu trajeto. Parará diante dos seis passinhos, para mirar as cenas tristes dos dourados altares e ouvir a Orquestra Ribeiro Bastos, rememorando divina dor, entoar motetos compostos há mais de dois séculos por Martiniano Ribeiro Bastos e por Francisco de PaulaVilela. Já na entrada, parará novamente no adro da Matriz do Pilar, desta vez para olhar seu povo e ouvir a céu aberto na noite tenebrosa o último moteto barroco. Depois, de costas, entrará decida na igreja Matriz, de onde só saírá na quarta sexta feira da Quaresma do ano que vem...


Nenhum comentário:

Postar um comentário