terça-feira, 6 de março de 2012

Bicentenária Orquestra Ribeiro Bastos enobrece São João del-Rei com mais um coral infantil

Quem disser que  velhas árvores não dão mais flores viçosas nem frutos saborosos está mentindo. As bicentenárias orquestras barrocas de São João del-Rei provam isso.

A Orquestra Ribeiro Bastos foi criada oficialmente em 1790. Juntamente com a Orquestra Lira Sanjoanense, fundada em 1776, são as duas orquestras mais antigas das Américas em atuação ininterrupta, talvez as duas mais antigas do mundo.

Apesar dos seus 222 anos, a Orquestra Ribeiro Bastos continua atuante. Divide também, irmamente, com a Orquestra Lira Sanjoanense os merecimentos e a responsabilidade de manter viva a tradição musical de São João del-Rei. Inquestionavelmente, são duas das poucas organizações destinadas exclusivamente ao cultivo, guarda e preservação da música colonial e imperial produzida em Minas Gerais, sobretudo na região da antiga Comarca do Rio das Mortes, cuja sede era a Vila de São João del-Rei.

Agora a Orquestra Ribeiro Bastos alimenta outro sonho cidadão e memorável e já faz tudo para torná-lo realidade: fortalecer o Coral Ribeirinhos, fundado em 2011 pela professora e maestrina Maria Stella Neves Vale. Seu objetivo é difundir o gosto pela música e ensinar canto coral a crianças com idade a partir de sete anos. As aulas serão gratuitas, semanais, com duração de uma hora, exatamente no entardecer, das 18 às 19 horas, na sede da Orquestra, em uma curva barroca da estreita Rua Santo Antônio. O programa  baseia-se em um repertório eclético e variado, que inclui vários gêneros musicais - erudito, popular, folclórico e infantil.

O grandioso projeto é capitaneado por duas mulheres. Dona Stella Neves - personalidade cultural ilustre e célebre meritoriamente por sua incalculável dedicação e atuação em favor da preservação da música barroca em São João del-Rei, sempre à frente da Orquestra Ribeiro Bastos. Marily Assis - aposentada do Conservatório Estadual de Música Padre Maria Xavier e responsável por outro coral em formação na cidade, reunindo alunos da Universidade Federal de São João del-Rei.

Para inscrições e mais informações sobre o Coral Ribeirinhos, basta comparecer ao Memorial Dom Lucas Moreira Neves, das 13 às 17 horas. O Memorial fica na Rua Getúlio Vargas, em frente à Matriz do Pilar.

Sucesso para o Coral! Aplausos para os infantes novos herdeiros da musicalidade são-joanense! Obrigado, Dona Stella e Marily Assis!
............................................................................
Sobre a música colonial em São João del-Rei, leia também
http://diretodesaojoaodelrei.blogspot.com/2011/04/em-sao-joao-del-rei-principalmente-na.html
http://diretodesaojoaodelrei.blogspot.com/2011/04/o-pai-da-musica-vive-em-sao-joao-del.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário