segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Doce mãe que viu nascer e desde sempre, protetora, adotou São João del-Rei

São João del-Rei vê, com alegria, raiar a véspera do dia de sua padroeira. Nossa Senhora do Pilar aqui chegou na alvorada dos anos setecentos, trazendo os primeiros bandeirantes que, por volta de 1703, fundaram um arraial  a ela dedicado: o Arraial Novo de Nossa Senhora do Pilar do Rio das Mortes.

Na cidade estendida ao longo da Serra e do Córrego do Lenheiro, Nossa Senhora do Pilar teve dois endereços, antes do atual. A imagem primitiva, ainda hoje existente, inicialmente era venerada em uma capelinha simples, no alto do Bonfim - incendiada em 1709, nos alvoroços da Guerra dos Emboabas.

Apagadas as chamas do fogo e da ira, permaneceram acesas  labaredas do fervor. Daí, não precisou muito tempo para que nova capela lhe fosse construída, um pouco mais abaixo, dizem que no local hoje conhecido como Morro da Forca. Como o núcleo urbano mudou de endereço, mais entre o Corrego do Lenheiro e o Morro das Mercês, Nossa Senhora do Pilar também mudou sua morada. Já em 1721 estava em uma Matriz em construção - obra que demorou quase cem anos e hoje é a Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar. Dizem que, nela, existem materiais de construção e adornos aproveitados da capela construída e poucos anos depois demolida no Morro da Forca.

A imagem da padroeira, hoje no altar-mor, é obra do início do século passado e, tanto ela quanto o menino que está em seu colo, tem na cabeça coroa do ouro mais puro, colhido nas betas da Serra do Lenheiro e presenteado por garimpeiros são-joanenses.

A festa de Nossa Senhora do Pilar, ainda hoje realizada no dia 12 de outubro, no século XVIII era considerada oficial e, portanto, patrocinada pelo Senado da Câmara da Vila de São João del-Rei. A programação musical, de cunho barroco, desde sempre esteve a cargo da bicentenária orquestra Lira Sanjoanense. Entretanto, é bastante popular o Hino a Nossa Senhora do Pilar, de autoria do compositor Felix Agüeras, sempre cantado com muito entusiasmo pelo vigário, não só na procissão da Padroeira mas também quando a procissão de Corpus Christi entra na Matriz do Pilar, antes do canto do Te Deum e da bênção do Santíssimo Sacramento.

Conheça, abaixo, a letra deste hino:

Virgem santa, virgem pia, luz formosa, claro dia
que à Terra São-joanense Te dignaste visitar.

Este povo, que a Ti agora, de teu amor favor implora
e Te aclama e Te bendiz abraçado ao teu pilar.

Pilar sagrado, farol esplendente, rico presente de Caridade,
pilar bendito, trono de glória: tu à vitória nos levarás!

Cantai, cantai, hinos de honra e de louvor,
cantai, cantai à Virgem do Pilar...

.............................................................................
Leia também
http://diretodesaojoaodelrei.blogspot.com/2011/08/matriz-do-pilar-de-sao-joao-del-rei.html
http://diretodesaojoaodelrei.blogspot.com/2011/09/big-ben-sao-joao-del-rei-tem.html





Nenhum comentário:

Postar um comentário