quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Pedindo fartura, vitalidade e proteção, São João del-Rei saúda São Sebastião


Guerreiro e protetor contra a peste, a fome e a guerra, em São João del-Rei São Sebastião é santo forte. A ele, todos querem agradar. Por isso, em sua homenagem, do dia 10 ao dia 19 de janeiro, no centro histórico, a matriz do Pilar realiza barroca novena, anunciada por tencão tocado no sino do Santíssimo Sacramento duas vezes por dia: às 12h15 e às 18h15.

Nos bairros, várias folias populares de São Sebastião visitam as casas,levando fé, alegria, esperança  e devoção. Cantam músicas que têm ritmo próprio e recolhem esmolas que em sua maioria serão destinadas a obras sociais.

No dia 20, barroco e popular se juntam na procissão de São Sebastião, que faz um percurso singular entre a matriz do Pilar e as igrejas das Mercês e do Carmo. Nela, a folia vai em silêncio, guarnecida pelas alas das irmandades, à frente do andor do mártir guerreiro, na cadência da banda de música.

Em geral, ao final da procissão, a folia não entra na igreja, detendo-se no adro da matriz, no lado esquerdo de quem entra pela porta principal. Sabe por que? Por que seus instrumentos, populares e de percussão - caixas, pandeiro, sanfona, chocalhos, triângulo e viola caipira - não se afinam com a musicalidade que se tem como sagrada.


Nenhum comentário:

Postar um comentário