segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Garimpando ouro cultural em São João del-Rei

Da riqueza cultural de São João del-Rei, ninguém duvida. Suas tradições tricentenárias, sua música barroca, a beleza de sua arquitetura, a singularidade de sua Semana Santa, das Comemorações de Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos, das procissões que acontecem durante todo o ano, das folias, congadas, concertos.

Entretanto, se é tão vasto e único este universo peculiar de cultura  e memória - patrimônio puro -, pequena ainda é a produção impressa, bibliográfica, fonográfica, fotográfica e videográfica que, materializada em produto físico, pode ser adquirida por quem mora, visita, estuda ou, simplesmente, gosta da cidade e com ela mantém laços os mais diversos.

Além de ser "muito discreta" esta produção, em relação à grandeza da cultura são-joanense, encontrar à vista para compra livros, discos, fotografias, postais e cartazes sobre a cidade é tão difícil quanto garimpar pepitas de ouro, outrora tão à flor da terra nas raízes dos capins que ainda hoje brotam nas pedras do chão e nas encostas da Serra do Lenheiro.

Se algum dia você se encontar nesta condição, aí vão algumas dicas. Livros do historiador Antônio Gaio, CDs da Orquestra Ribeiro Bastos, DVDs da Orquestra Lira Sanjoanense e da Sociedade de Concertos Sinfônicos, CDs dos Ofícios de Trevas e das Marchas das Bandas são-joanenses (vídeo abaixo), DVDs com registros das cerimônias da Festa de Passos e Semana Santa - quase sempre é mais fácil adquirí-los diretamente com os autores.

Contudo, pode ser que você dê sorte e até encontre exemplar de algum deles nos seguintes locais:

. Agência de Jornais e Revistas - Avenida Presidente Tancredo Neves
. Sebo Ponto Literário - Rua Sebastião Sette, próximo à igreja do Carmo
. Café Sede da Orquestra Popular Livre - Rua Getúlio Vargas, em frente à igreja do Carmo
. Centro Cultural da Baronesa - Rua Sebastião Sette, em frente à Rua da Cachaça
. Casa Paroquial da Matriz do Pilar - Ao lado da Matriz do Pilar, subindo pela esquerda
. Memorial Dom Lucas Moreira Neves - Em frente à Matriz do Pilar

A dica vai, invertida, para as livrarias e distribuidores locais: sejam generosos com quem aprecia, procura e precisa dos belos e importantes produtos culturais são-joanenses. Exponham e facilitem o acesso a estas preciosidades, disponibilizando-as em museus, lojas de artesanato, centros culturais e espaços turísticos. São João del-Rei agradece!

Ou simplesmente se inpirem nons tempos em que os discos em vinil da Orquestra Ribeiro Bastos e livretos das tradições religiosas eram vendidos no adro e na escadaria da Matriz, durante as cerimônias da Semana Santa...




Nenhum comentário:

Postar um comentário