sábado, 26 de maio de 2012

Mais uma morada para o Espírito Santo em São João del-Rei


A partir de amanhã, último domingo de maio, Dia de Pentecostes, São João del-Rei revela mais uma das riquezas histórico-culturais que a tornam uma cidade tão singular: a capela do Espírito Santo e o Memorial Natividade. Sua inauguração será às nove e meia da manhã, anunciada pelos sinos de todas as barrocas  igrejas do centro histórico. Tudo começará com um breve ofício religioso na Matriz do Pilar, de onde partirá uma procissão, com as chaves que abrirão para são-joanenses, turistas, visitantes e viajantes as portas desta nova arca do tesouro.

O novo espaço de arte, fé e memória fica no ponto mais alto das ladeiras da Muxinga, ao lado dos cemitérios do Rosário e da Matriz do Pilar. O edifício que o abriga, parte é de uma casa do século XVIII, parte é uma edificação recente, construída especialmente com esta finalidade.

A história da campela do Espírito Santo, - desde sua construção, em São Vicente de Minas, passando pelos saques que a depredaram, até a inauguração do Memorial Natividade - você pode conhecer em matéria publicada no jornal Estado de Minas e disponibilizada no link abaixo. No texto, do jornalista Gustavo Werneck, você conhecerá um pouco sobre a importância do pintor Joaquim José da Natividade (1775 -1840) na pintura sacra colonial mineira e sobre todos os esforços e sentimentos que resultaram na preservação deste rico patrimônio barroco.


..........................................................................
Leia também

Nenhum comentário:

Postar um comentário