terça-feira, 30 de outubro de 2012

1783-1817 - Da setecentista Casa de Caridade à Santa Casa de Misericórdia de São João del-Rei


No jogo de víspora, tão comum nas antigas barraquinhas das festas de largo de São João del-Rei, o número trinta e três é anunciado como "a idade de Cristo". Trinta e três anos foi o tempo que se passou entre a fundação e instalação da Santa Casa de Misericórdia são-joanense e o ato que oficializou e confirmou tal fundação. Voltemos no tempo, aliás,  tempo da Inconfidência ...

As origens da Santa Casa de Misericórdia de São João del-Rei nos levam a 28 de dezembro de 1783, quando Manuel de Jesus Fortes requereu ao bispado da Capitania de Minas Gerais licença para a construção de uma ermida, dedicada a São João de Deus, junto à Casa de Caridade que ele havia construído na próspera Vila. Segundo pesquisas documentais do historiador Sebastião Cintra, a construção durou menos de um ano e, para a época, era um hospital qualificado, 

            "em lugar próprio, com cômodos necessários para trinta doentes, com todas as camas precisas e distinção de lugares para pessoas de um e de outro sexo ... a obra tem merecido aplauso de todo o povo ... para ela entraram enfermos aos quais até o momento não tem faltado coisa alguma."

Apesar de já estar em funcionamento há mais de três décadas, a confirmação da fundação e existência daquele hospital ocorreu no dia 31 de outubro de 1816, por uma Provisão de D. João VI. A mudança do nome, de Casa de Caridade para Santa Casa de Misericórdia, e sua oficialização ocorreu em 21 de janeiro de 1817, quando foi aprovado o "Compromisso" e prestaram juramento os primeiros "irmãos".

........................................................................
Fonte: CINTRA, Sebastião de Oliveira . Efemérides de São João del-Rei . Volume II, segunda edição, revista e aumentada . Imprensa Oficial de Minas Gerais, Belo Horizonte, 1983.

Nenhum comentário:

Postar um comentário