quinta-feira, 24 de abril de 2014

São João del-Rei, terra das sete pontes

Da velha Ponte do Rosário, até a novíssima Ponte da Estação, ao todo são sete as pontes que atravessam o Córrego do Lenheiro na região central de São João del-Rei. Coloniais e grandiosas, de tempo e pedra; românticas, de juras de amor e ferro; modernas e ágeis, de cimento; estreitas e quase pênseis, de pensamento e pressa.

Entre as duas maiores e mais grandiosas - a do Rosário e a da Cadeia -, fica a mais frágil, desprotegida e delicada: a Ponte dos Suspiros. Ligando o centenário Grupo Escolar João dos Santos ao Museu do Largo Tamandaré, atravessá-la já fez medo a muita criança, tamanha a aventura que parecia.

Sobre a Ponte dos Suspiros, o poeta são-joanense, professor aposentado, Hélio da Conceição Silva, escreveu:

            "Por que 'Ponte dos Suspiros'?
              Curioso, o turista indaga,
              sobre o nome da estreita via.

                     - Ah, é denominação antiga!
                      Por sua fraca estrutura
                      outrora ela balançava
                      e isto muito assustava
                      quem atravessava por ela.
                       Explica assim o velho guia.

               Já um observador romântico
               descarta a história
               e inventa uma estória
               justificando tal nome
               com uma antropomorfose:

                         - Esta modesta ponte suspira
                           por não ser como as belas pontes
                           da Cadeia e do Rosário que,
                           equidistantes dela,
                           se destacam pela imponência,
                           chamando a atenção
                           e despertando a curiosidade
                           de quem visita a cidade."
.......................................................................
Fonte: Jornal da ASAP, fevereiro/março de 2012
Ilustração: Pontes do Teatro e da Cadeia - foto do autor

Nenhum comentário:

Postar um comentário