segunda-feira, 2 de junho de 2014

Meio Ambiente é o novo verde, brilhante e sonhado Eldorado de São João del-Rei


Encontrar o verde Eldorado, colher do chão esmeraldas. Esta era a febre dos bandeirantes que, na aurora  do século XVIII, atravessaram serras, venceram abismos, estancaram rios, domesticaram a natureza, subverteram dia e noite para chegar ao coração do território que mais tarde viria a ser Minas Gerais. Na forma de douradas pepitas, as sementes de São João del-Rei brotaram naquele tempo, nas encostas da Serra do Lenheiro, em meio a capim e a quartzo. Floreceram entre barroco e arte. Medo, ousadia, pavor, cultura e castigo. Fé, trabalho, traição, tradição e paciência. Sofrimento, sentimento, temperança, lembrança, sensatez e desvario. Bravura, crueldade, covardia, memória, iluminismo e humanidades.

Também em São João del-Rei, nestes 300 anos, o desenvolvimento custou o domínio, a escravidão, a exploração e a expropriação da natureza. Do solo, o ouro. Do solo, a água. Do solo, as matas. Das matas, os animais. Dos animais, a carne. Da carne, a alma. Do homem, o homem. Sonho exploratório de bandeirante, alucinadamente perseguido a ferro e fogo.

Na São João del-Rei de hoje, os tempos são outros. O bandeirante moderno traça novos rumos e novas rotas, quer fazer o caminho de volta para que o amanhã não seja, definitivamente, a perda do paraíso. No Eldorado de agora, o que vale não é mais o verde de esmeraldas, mas o das matas; não mais diamantes, mas águas cristalinas. Céu limpo, ar puro, rio vivo, animais livres. Este é o grande tesouro.

É sob a luz deste pensamento que São João del-Rei começou, no dia 1º de junho, a VII Semana do Meio Ambiente, que em 2014 tem abrangência regional, envolvendo outras cidades banhadas pelo Rio das Mortes. Aliás, o lema do evento é O Rio das Mortes quer viver. Como a própria mensagem diz, é um clamor pela despoluição e tratamento daquele histórico curso d'água e mais atenção para com a sustentabilidade ambiental de toda a região.

Na programação, caminhadas, palestras, educação ambiental, canoagem, feira ecológica lançamento do Fórum Regional do Meio Ambiente e implantação da coleta seletiva de lixo na sede da Prefeitura Municipal de São João del-Rei. Além disto, unindo infância e futuro, um acontecimento especial promoverá o plantio de uma muda de ipê para cada criança que comparecer aos eventos de educação ambiental ou participar de qualquer atividade lúdico-recreativa da VII Semana do Meio Ambiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário