segunda-feira, 2 de setembro de 2013

São João del-Rei. D'Além-mar, tropical, capital de Portugal!


Há apenas três meses da data exata - 8 de dezembro - em que se comemorarão os 300 anos da elevação do Arraial Novo de Nossa Senhora do Pilar do Rio das Mortes à condição de Vila de São João del-Rei, a todo instante chegam informações mostrando que, tanto quanto rica, é também ainda pouco conhecida a história da tricentenária São João del-Rei.

Quantos são-joanenses, por exemplo, sabem que, em 1755, quando um forte terremoto sacudiu Lisboa, São João del-Rei foi cogitada para ser a capital do império português? Quem nos conta é o juiz de direito Auro Aparecido Maia de Andrade, que resgatou esta intenção do Primeiro Ministro do rei D. José I, Marquês de Pombal - sábio administrador que viu na quarta vila instituída em Minas Gerais importância singular na mais importante colônia portuguesa de além-mar, que era o Brasil.

Capital do país sonhado pelos inconfidentes; quase capital de Minas quando da Proclamação da República, São João del-Rei, em 2007, com muita justiça e propriedade, foi eleita Capital Brasileira da Cultura. E tão bem honrou este título que o cunhou em perene auréola dourada e brilhante, que aos são-joanenses muito orgulha: "São João del-Rei. Capital Brasileira da Cultura, para sempre!"


............................................................................
Fonte: ANDRADE, Auro Aparecido Maia. São João del-Rei: uma breve abordagem histórica. Gazeta de São João del-Rei, 17/08/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário