quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Precioso álbum de família: São João del-Rei & suas quatro filhas

Assim como a santa Nhá Chica, que nasceu no distrito são-joanense de Santo Antônio do Rio das Mortes Pequeno, as cidades de Baependi, Campanha e Três Pontas também são filhas de São João del-Rei. Isto é o que mostra uma representação setecentista do Termo da Vila de São João del-Rei, cabeça da antiga Comarca do Rio das Mortes. Desde a criação daquela Comarca, e por muitas décadas, as três cidades ficavam em território geopoliticamente pertencente à quarta vila instituída na Capitania de Minas Gerais.

Quase trezentos anos depois, novamente as quatro cidades se juntam, como contas e mistérios de um terço, no roteiro turístico-religioso dos santos Nhá Chica e Padre Vitor. Quem pesquisar vai saber que existem muitas afinidades entre os dois santos: ambos eram negros, viveram na mesma época e na mesma região e dedicaram todos os anos de suas existências à fé, à caridade e ao amor a Deus e aos semelhantes.

Tal qual o maná caiu do céu, nasceu em São João del-Rei, em Baependi, em Campanha e em Três Pontas  o desejo de, como os dois santos, darem-se as mãos para louvar e propagar a devoção a Nhá Chica e ao Padre Vítor. Mas por essa união em torno do amor divino, os santos agradecerão às quatro cidades,criando oportunidades para o desenvolvimento cultural, turístico, religioso, humano, econômico e social.

Aliás, pensando bem, se a santa e as três cidades nasceram em e de São João del-Rei, Baependi, Campanha e Três Pontas, de algum modo, são irmãs de Nhá Chica. Por isso se amam tanto!

O povo do Rio das Mortes, distrito de São João del-Rei, anda entusiasmado com essa ideia e já se mobiliza para cumprir a sua parte, desenvolvendo uma vasta programação religiosa e cultural. Cidade barroca, antigamente sede da Comarca do Rio das Mortes e hoje, sede do município, famosa internacionalmente por suas tradicionais celebrações religiosas, São João del-Rei se honra de ser o marco zero do roteiro turístico-religioso de Nhá Chica e Padre Vitor.

E com isto certamente acrescentará novos eventos ao seu rico calendário litúrgico-religioso  e cultural. Tudo indica que já a partir de abril de 2013, quando se comemorará o 203º aniversário de nascimento da santa Nhá Chica. E também os 300anos da elevação do Arraial Novo de Nossa Senhora do Pilar do Rio das Mortes à categoria de Vila de São João del-Rei, em 1713...
...........................................................................
Fonte: a ilustração deste post é reprodução da representação mencionada. Foi reproduzida para este post a partir do livro Desclassificados do Ouro, de Laura de Mello e Sousa.

Leia também

Nenhum comentário:

Postar um comentário