quinta-feira, 2 de agosto de 2012

São João del-Rei, de trevas, eclipses e ofícios

Lembrança temporã, o almanaque eletrônico Tencões & terentenas reproduz abaixo um registro poético deste autor sobre o Ofício de Trevas realizado na noite da quarta-feira da Semana Santa de São João del-Rei, no ano de 1996. Quem puder, imagine e visualize!

Ofício de Trevas
Em qualquer parte do mundo, o eclipse lunar do dia 03/04/1996
foi apenas um fenômeno astronômico. Menos em São João del-Rei.
Lá, a treva cobrindo a Terra foi parte de um ofício sagrado.

A Lua, escondida por véu preto, repetiu no céu
o que acontecia na nave escura da Matriz do Pilar.
Matinas e Laudes. Responsórios. Cântico de Zacarias.
Christus factus est. Sombras, velas, violas, trompetes e vozes.

Das tribunas douradas os anjos assistiram tudo,
mas no final - puro espírito, inocência e bondade -
não puderam bater os pés no chão.

Veja, abaixo, um belo responsório do Ofício de Trevas de São João del-Rei: Tenebrae factae sunt, do Padre José Maria Xavier, executado pela Orquestra Ribeiro Bastos.

...........................................................................
Ilustração: Lembrança de São João del-Rei . Têmpera sobre gesso do pintor naif Biba s/d (Av. Leite de Castro, ao lado do Supermercado Sales)

Nenhum comentário:

Postar um comentário