quarta-feira, 27 de junho de 2012

Tumulto e prisão na setecentista Câmara da Vila de São João del-Rei


Não é de hoje que a Câmara dos Vereadores de São João del-Rei, vez por outra, vê seu nome envolvido em situações, no mínimo, embaraçosas.

Prova disto é que, no dia 24 de junho de 1775, aquela 'Casa' teve que tomar providências contra o vereador Joaquim Lopes do Vale - "o único vereador que assiste nesta Vila dos que serviram o ano próximo passado".

Melhor dizendo, Joaquim era o único vereador que ficou no cargo por mais um mandato. Mas ele não honrou o cargo e, quebrando o decoro, insubordinou-se às normas, recusando com bravura carregar o estandarte do Senado, muito provavelmente no cortejo da procissão de Corpus Christi.

O ato e o fato, por terem sido considerados graves, tiveram a merecida punição. A Câmara da Vila de São João del-Rei deliberou que o vereador Joaquim Lopes do Vale fosse "preso e recolhido à cadeia por três dias, para emenda sua e exemplo a outros em semelhantes casos".

Enquanto isto, quase exatamente 237 anos depois, no dia 20 de junho de 2012 ...


..........................................................................
Fonte: CINTRA, Sebastião de Oliveira. Efemérides de São João del-Rei. Volume I, 2a edição, revista e aumentada. Imprensa Oficial de MG, Belo Horizonte, 1982.

Nenhum comentário:

Postar um comentário