terça-feira, 12 de junho de 2012

São João del-Rei aplaude em lembrança seu setecentista Mestre de Música Antônio do Carmo


Há 282 anos, exatamente no dia 12 de junho de 1728, o Senado da Câmara da Vila de São João del-Rei contratou o mestre de música Antônio do Carmo para "dar boa música, com dois coros" à festa do santo São João, nosso padroeiro. O valor pago pelo serviço? 40 oitavas de ouro.

Este seria apenas um registro contábil-administrativo não fosse oportunidade para trazermos à lembrança um dos mais importantes nomes da música em São João del-Rei - o do mestre Antônio do Carmo. A bem da verdade, é o primeiro nome de destaque na região, pois coube a ele, onze anos antes, em 1717, coordenar toda a atividade musical desenvolvida para homenagear o governador da Capitania de Minas Gerais e de São Paulo, Dom Pedro de Almeida e Portugal, o Conde de Assumar, em sua primeira visita à recém-criada Vila de São João del-Rei.

Em uma das apresentações destinadas ao governador, foi executado um Te Deum Laudamus, a dois coros, que segundo o maestro são-joanense José Maria Neves mais pareciam dois conjuntos de instrumentos de sopro semelhantes aos franceses chalumeau e bombardas. Por isso, eram popularmente conhecidos como "charameleiros". Ainda hoje executado em São João del-Rei, o Te Deum Laudamus é uma forma alternada de canto, onde os padres cantam um verso em gregoriano e o conjunto musical responde com um verso em música polifônica.

Desde então, e por muito tempo, na primeira metade do século XVIII, mestre Antônio do Carmo tornou-se o principal responsável pela parte musical das mais importantes festas realizadas na Vila de São João del-Rei. Em 1724, por exemplo, dirigiu a música da solenidade de bênção da nova igreja Matriz do Pilar. Depois, a programação musical da festa em homenagem a São João, em 1728. Em 1730, grande responsabilidade, mestre Antônio do Carmo coordenou a música executada em comemoração aos "Desponsórios dos Sereníssimos Príncipes Nossos Senhores".
.......................................................................
Fontes
http://www.dc.mre.gov.br/imagens-e-textos/revista-textos-do-brasil/portugues/revista12-mat3.pdf
http://opus.grude.ufmg.br/opus/opusanexos.nsf/d3000e7c5bf9c18583256efb006f7c03/2799e69cce289cbf8325791900618c24/$FILE/Disserta%C3%A7%C3%A3o%20Fernando%20Sales.pdf

Nenhum comentário:

Postar um comentário