domingo, 16 de março de 2014

Festa de Passos: São João del-Rei além dos séculos, amém!



Por mais que o mundo digital, com suas teias, estenda redes que rompem tempo e espaço, cyberpadronizando o mundo, o espírito de São João del-Rei não se dilui nem se apaga. Cultura que são, a arte e a fé perpetuam emoções e sentimentos que vencem séculos, transmitidos sensorialmente em cores, sons, aromas, texturas, sabores, ritmos. 

Tanto em 1906 (foto acima) quanto nos dias de hoje (abaixo, foto de 2013), em São João del-Rei a manhã do Domingo de Passos sopra a mesma brisa, irradia a mesma luz de outono, as orquídeas exalam o mesmo perfume, o incenso asperge a mesma nuvem perfumada, os sinos lançam aos ares os mesmos dobres e as mesmas fitas roxas de papel crepom. Bate no peito o mesmo coração perene.

Em São João del-Rei a eternidade renova seu ciclo imemorial a cada minuto do dia a dia.





Leia também
http://diretodesaojoaodelrei.blogspot.com.br/2014/04/aquarela-da-festa-de-passos-em-sao-joao.html

Imagens: Reprodução de foto (1906) do programa da Festa de Passos 2014 e foto de Antonio Emilio da Costa (2013)

2 comentários:

  1. Um daqueles fins de semana que eu daria tudo pra estar na terrinha! Que Nosso Senhor dos Passos nos guie! Tenho muito orgulho da cultura religiosa sanjoanense!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kaká, de fato a Festa de Passos de São João del-Rei é muito singular. A "são-joanidade" que a constitui torna-a única em todo o mundo. Nenhuma exprime tão grande sentimento, tão fortes emoções, tão intensa sensorialidade. Quem sabe no ano que vem vc não participe dela, ouvindo o tão comovente Miserere?

      Abraços

      Excluir