terça-feira, 18 de março de 2014

Encomendação de Almas entrega música e oração aos mortos na noite de São João del-Rei





Tradição bicentenária de São João del-Rei, mantida com grande mistério até os dias atuais, as Encomendações de Almas são cortejos que, em hora próxima da meia-noite, percorre várias ruas da cidade, parando sete vezes em encruzilhadas, portões de cemitérios, cruzeiros e portas de igreja. Realizadas exclusivamente no tempo da Quaresma, por ocasião da Festa de Passos, podem acontecer em três sextas-feiras consecutivas ou em uma única semana, em dias alternados - segunda, quarta e sexta-feira.

Lembrando rituais muito antigos, mais se parecem com enterros noturnos do que com procissões. Não é conduzida por padres, mas por um homem mais velho, respeitável e respeitado por todos, que puxa o terço durante todo o trajeto e, nas sete paradas de cada Encomendação, faz orações - ora em latim, ora em português -, como a chamar as almas e entregar-lhes cantos, lembranças, lamentos e orações.

Nestas horas, ouve-se o bater da matraca e músicos executam os Motetos dos Passos, compostos há quase duzentos anos pelo maestro são-joanense Matiniano Ribeiro Bastos. A impressão que se tem é que flautas, clarinetas, contrabaixo, violoncelo e vozes embrulham sete recortes da noite em retalhos de veludo escuro. Por isso, em tempos passados, muitas lendas, mistérios e secretas magias envolviam estes rituais.

Pensando bem, por suas afinidades e semelhanças, não seriam as Encomendações de Almas de São João del-Rei o correspondente fúnebre das solenes via-sacras de rua, realizadas nas três primeiras sextas-feiras da Quaresma, na "terra onde os sinos falam"?

...........................................................................



Veja, no link abaixo, uma matéria sobre a Encomendação de Almas realizada na sexta-feira passada, 14 de março.

http://g1.globo.com/mg/zona-da-mata/noticia/2014/03/sao-joao-del-rei-mantem-tradicao-da-encomendacao-de-almas.html





Nenhum comentário:

Postar um comentário